Técnicos do Ministério da Saúde vêm a Itapevi conhecer tratamento

Visita do Ministério da Saúde ao Ambulatório de Obesidade de ItapeviOs Técnicos do Ministério da Saúde vêm a Itapevi conhecer Ambulatório de Obesidade. Tratamento inédito na região atraiu atenção do Governo Federal, que reunirá experiências para uma publicação oficial.

O Ambulatório de Obesidade de Itapevi ganha cada vez mais destaque pela eficácia e atendimento integrado e pode servir de exemplo para outras cidades. É que representantes da Coordenação Geral de Alimentação e Nutrição do Ministério da Saúde visitaram, nesta quarta-feira (13), as dependências da Unidade Básica de Saúde (UBS) Cohab I para conhecer todos os procedimentos do ambulatório, pioneiro na região.

Durante a visita, as nutricionistas Mônica Rocha Gonçalves e Bruna Arguelhes Pitasi coletaram informações sobre o funcionamento do programa no município. Por se tratar de um programa multidisciplinar – que conta com profissionais como psicólogos, endocrinologistas, nutricionistas, enfermeiros e educadores físicos – a reunião teve ainda a presença de representantes das respectivas áreas.

O secretário de Higiene e Saúde, dr. Alberto Costa, falou sobre a importância do projeto para os moradores do município. “Este programa tem o objetivo de transformar a vida das pessoas obesas, para que tenham mais qualidade de vida. A unidade centraliza os serviços do ambulatório, já que representa uma das UBS’s mais antigas da cidade e, por conta disso, serve de referência para os munícipes”, explicou o secretário.

Ainda durante a reunião, os profissionais da rede municipal apresentaram outras ações da Prefeitura como, por exemplo, as constantes palestras de orientação realizada periodicamente na cidade. As representantes do Ministério da Saúde sugeriram ainda novas possibilidades que poderiam ser inseridas, futuramente, em benefício aos pacientes em tratamento. Após a reunião, as nutricionistas visitaram os espaços utilizados para atender aos munícipes.

A pesquisa coletada pelo Ministério da Saúde será transformada numa publicação oficial, que abordará diferentes ações e experiências relacionadas ao combate à obesidade no Brasil. A expectativa é de que o documento seja divulgado no primeiro semestre de 2014.

Vale lembrar que o intuito do ambulatório é tratar as doenças que contribuem para a obesidade e, assim, garantir a perda de peso gradativa. Durante todo o processo de acompanhamento com os profissionais, o paciente recebe orientações para alcançar êxito na redução de peso. A expectativa da pasta municipal é de que até o final do ano o programa ultrapasse a marca de duas toneladas perdidas pelos obesos em tratamento. Até o momento, o programa já atendeu a mais de mil pessoas.

Para ser atendido pelos serviços, o paciente deve primeiro se consultar com um clínico-geral nas unidades de saúde do município. Esse profissional determinará se há necessidade de encaminhamento ao ambulatório. Na sequência, é agendada uma consulta com os especialistas da unidade e o tratamento é iniciado.

Acesse: https://www.facebook.com/media/set/?set=a.587568394642550.1073742228.169007049832022&;type=3

Print Friendly, PDF & Email


Artigos relacionados


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *