Comissão de Transportes vai solicitar ao Cade documentos das investigações do suposto cartel

reuniao da comissao dos transportesSob a presidência do deputado estadual João Caramez, a Comissão de Transportes e Comunicações aprovou, terça-feira, dia 13/08, requerimento para solicitar ao Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade).

De acordo com o presidente, a medida é importante para os trabalhos da Comissão que necessita da documentação que está de posse do Cade para fazer uma análise do caso, já que, até o momento, o que se sabe por meio da imprensa não é oficial. “O objetivo da Comissão é colaborar para a elucidação dos fatos. Para tanto, é fundamental o acesso aos documentos do caso para que possamos fazer uma agenda propositiva cumprindo o nosso papel fiscalizatório e colaborador”, disse Caramez.

Na reunião, que tinham 35 requerimentos em discussão, os deputados priorizaram a análise dos que tem maior relevância. Dentre os quais foram aprovados os requerimentos para convidar o presidente do Cade, Vinicius Marques de Carvalho, o secretário de estado dos Transportes Metropolitanos, Jurandir Fernandes, e o presidente da Siemens, Paulo Stark, para comparecerem a Assembleia Legislativa de São Paulo em reunião da Comissão de Transportes para prestarem esclarecimentos sobre as denúncias.

“O Estado é vítima nesse caso. Por isso, vamos trabalhar com clareza e equilíbrio para contribuir nesse processo investigatório que já está sendo realizado pelo Cade, Polícia Federal, Ministério Público Federal e Ministério Público do Estado de São Paulo”, afirmou o deputado que ressaltou ainda o empenho do governador Geraldo Alckmin na elucidação do caso.

O Governo do Estado criou o Movimento TranSParência, uma comissão formada por entidades da sociedade civil para acompanhar as investigações das denúncias. Integram a comissão representantes da Ordem dos Advogados do Brasil de São Paulo, Transparência Brasil, Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral, Instituto Ethos, Associação Brasileira de Imprensa de São Paulo, Ordem dos Economistas do Brasil, Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas, Comissão Geral de Ética, Sindicato dos Engenheiros do Estado de SP; Conselho de Transparência da Administração Pública e Instituto Tellus de Desenvolvimento Humano.

Print Friendly, PDF & Email


Artigos relacionados


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *