West Side Gallery II fica pronta com trabalhos de 17 mulheres

Itapevi valorizou os trabalhos das artistas da cidade e da Grande São Paulo e agora conta com um dos maiores corredores de arte urbana do Brasil, com mais de 5 mil m² de grafite estampado em muros no centro

As mulheres dominaram a cena na produção da West Side Gallery II, festival de grafite promovido pela Prefeitura de Itapevi. O evento foi realizado entre os dias 27 e 31 de julho, com 17 artistas de Itapevi e da Grande São Paulo. A proposta da administração municipal foi valorizar os trabalhadores das mulheres, com o lema Girl Power (Poder Feminino), para colorir mais de 1 mil e duzentos metros quadrados do muro da CPTM, no Corredor Oeste, no centro. Entre os temas grafitados estão a beleza feminina, o empoderamento feminino e muita criatividade em formas, cores e mensagens.
As artistas trabalharam duro para ajudar na revitalização da região central com artes urbanas e cheias de significados. O resultado é que Itapevi ganhou um dos maiores corredores de arte urbana da região metropolitana do estado de São Paulo e do Brasil com 5.074 m² de pintura em grafite, somando os dois lados dos muros da Avenida Feres Nacif Chaluppe (Corredor Oeste), no Centro.
“O resultado ficou espetacular, os grafites trazem mensagens de positividade, com foco na solidariedade e de que tudo dará certo nesta retomada das atividades em meio à pandemia. A arte tem o poder de transformar e isso o que está acontecendo em Itapevi”, disse o prefeito Igor Soares.
A segunda etapa da West Side Gallery mostra que Itapevi está conectada ao novo mundo e as novas demandas da sociedade. “As mulheres precisam ser valorizadas e ter o seu espaço garantido”, comentou o prefeito Igor.
Com a intenção de dar continuidade às intervenções artísticas pelo município, o objetivo do festival foi recuperar as paredes deterioradas ou pichadas. Foram grafitados 1.290,35 m² (435 metros lineares) nos muros no Corredor Oeste, cada artista escolheu o seu próprio trabalho.
Desta vez, os grafites foram pintados na Avenida Feres Nacif Chaluppe no trecho entre o Skate Park e a parada de ônibus, próximo da estação de trem da CPTM Itapevi. Os estilos foram variados, entre figurativo e abstrato/geométrico. As pinturas foram realizadas com o material típico do grafite spray e também tintas látex.
As artistas participantes são Ana Mandalas, Tuka, Walléria, Letícia Oliveira, Beth Graffiti, Ju Vomero, Jess Vieira, Aline Awel, Ziza, Afolego, Kelly Reis, Carol Murayama, Jady Salvático, Gi Favetta, Marina Brisados,  Mônica Barbosa e Chermie.
Itapevi contou com alguns nomes locais, Walléria Miguel, de 24 anos, morada da Vila Nova Itapevi que fez um mural que chama a atenção de quem passa: SEJA FORTE E CORAJOSA. “O importante é que as pessoas estão gostando e se identificando. Isso me deixou muito satisfeita com o resultado”, contou a jovem.
Além das artistas locais, o Festival reúne nomes consagrados e conhecidos no circuito nacional e internacional, como Ziza. Há 14 anos, a grafiteira Ziza intervém em diversas cidades do Brasil e fora dele com suas obras que destacam a estética feminina negra e suas múltiplas faces.
Ziza possui traço e narrativa únicos. Já expôs em diversos espaços importantes na cidade e também já recebeu convites para intervenções artísticas nas cidades de Berlim, na Alemanha, e Washington D.C., nos Estados Unidos. É uma das promissoras artistas brasileiras do momento.
A idealização do projeto é da Prefeitura com patrocínio da empresa Código Engenharia e curadoria e produção do Instagrafite.

Sobre a West Side Gallery

Uma das maiores galerias de arte urbana do Brasil, a West Side Galery, no Corredor Oeste, no Centro, é um marco artístico. Na primeira etapa foram pintados 3.784 m² (630 metros lineares), com grafites em diversos estilos. A pintura aconteceu no sentido bairro/Centro, com início próximo à Praça Carlos de Castro e do ponto de táxi e término na rotatória da Cohab.
Para ter uma ideia de comparação, a obra de Itapevi já é quase quatro vezes maior que o Beco do Batman, que fica na Vila Madalena, na capital. No total, 18 artistas convidados pintaram essa galeria, entre eles, nove foram moradores do município. A obra revitalizou uma área que antigamente era deteriorada.

De onde veio a inspiração

A inspiração veio da galeria da capital da Alemanha, Berlim, a Est Side Gallery, que também revitalizou uma obra e se transformou num ponto turístico alemão.
Dentre os artistas envolvidos no projeto cultural inovador da West Side Gallery em Itapevi, estiveram os artistas Cripta Djan, com obras em diversos lugares da capital e vários países. Entre os moradores de Itapevi estiveram o Sipros e a Tuka.
A idealização do projeto foi também da Prefeitura de Itapevi, com patrocínio da empresa Lopes Supermercados e curadoria e produção da Instagrafite.
Print Friendly, PDF & Email  West Side Gallery II fica pronta com trabalhos de 17 mulheres printfriendly pdf button nobg


Artigos relacionados


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *