Foto 1 - Rogério Valente (3)

Técnicos do Hospital Albert Einstein apresentam estudo de viabilidade de implantação de melhorias para saúde de Itapevi

Evento contou com a participação de servidores da área para discutir colocação de plano em prática  

Nesta terça-feira (2), das 8h às 13h, as equipes de profissionais do Hospital Albert Einstein realizaram a 3ª oficina com servidores da saúde municipal. A ação integra o processo de avaliação dos serviços do setor em Itapevi, que começou em junho deste ano e tem o objetivo de melhorar o atendimento de saúde para os moradores da cidade. O evento aconteceu na Secretaria de Educação, no Centro.

Esta foi a terceira e última oficina. A primeira aconteceu em junho e a segunda em julho deste ano. A partir desta reunião, que contou com a participação de servidores da área para discutir a colocação das melhorias em prática, um plano geral de ações deverá ser entregue nas próximas semanas ao prefeito com as propostas e sugestões para melhorar a saúde em Itapevi.

Para o secretário adjunto de Saúde de Itapevi, André Luis Vieira, desde que as avaliações dos serviços começaram, um amplo e profundo mapeamento diagnóstico foi realizado. “Basicamente discutimos o que é preciso ser feito e os ajustes”, resumiu.

Durante a oficina foram discutidos temas como, protocolos de atendimento, do SUS – Sistema Único de Saúde e melhorias de procedimentos administrativo e de recursos humanos.

Cerca de 40 gestores da saúde do município nas áreas de Urgência, Emergência e de Atenção Básica participaram da oficina. Dentre eles, gestores administrativos, coordenadores de unidades de saúde, enfermeiros e médicos.

Início das avaliações na saúde de Itapevi para melhorias

A instituição foi contratada, em maio, para avaliar o sistema de saúde local e formular propostas para melhorar o atendimento à população. Os técnicos do Einstein começaram a percorrer as unidades de saúde da cidade, para, em conjunto com os profissionais itapevienses, fazer um diagnóstico aprofundado dos recursos de saúde oferecidos aos moradores de todo o município.

A consultoria prevê o diagnóstico dos serviços (atenção primária, psicossocial, urgência e emergência e especializada), a análise de gestão clínica e a aplicação de recursos financeiros, materiais e físicos na rede municipal de saúde. O trabalho também irá ajudar a implementar indicadores de gestão para acompanhar a evolução e situação dos serviços, bem como reorganizar as unidades de saúde que estejam em situação crítica.

Esta etapa de avaliação durou dois meses. No terceiro mês, a equipe elaborou e apresentou as recomendações, que consistem em um conjunto de ações voltadas à organização e correção dos serviços, definindo os problemas e soluções recomendadas, sempre levando em consideração a realidade de Itapevi.

Após a conclusão desta segunda etapa, a Prefeitura e o Einstein traçaram estratégias em conjunto para implantar as propostas e a metodologia de acompanhamento de resultado. Ao todo, o contrato tem duração de cinco meses.

Foto:  Rogério Valente – Ex Libris PMI



Artigos relacionados


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *