Prefeitura de Itapevi demole mais uma escola de madeira

O antigo Emic, onde até recentemente funcionava a Escola de Música, é a terceira unidade de madeira demolida em menos de um ano
Mais uma escola de madeira foi demolida em Itapevi, nesta quarta-feira (04), na Avenida Feres Nacif Chaluppe (Corredor Oeste). O prédio já abrigou o antigo Emic (Escola Municipal de Integração da Criança), o Cemeb Prefeito Romeu Manfrinato e, até o mês passado, atendia os alunos da Escola Livre de Música de Itapevi.
Os alunos de música foram transferidos para o novo prédio da Escola Livre de Música, na Avenida Presidente Vargas, 88, Vila Nova Itapevi, na sexta-feira passada (28/02). Os estudantes do Emic e Cemeb passaram a estudar desde fevereiro de 2018 na Apae, com mais comodidade e segurança.
Está é a 22 de 61 ações programadas para comemorar o aniversário de 61 anos de Itapevi.
Para colocar fim a um dos símbolos do passado, esta é a terceira escola de madeira demolida nos últimos meses pela Prefeitura, que pretende até o final do ano demolir outras três unidades existentes na cidade.
“Não podemos mais admitir que nossos alunos estudem em unidades tão precárias, colocando em risco a segurança e saúde das crianças e dos profissionais da educação”, disse o prefeito Igor Soares.

A iniciativa da demolição é parte do programa Educa Itapevi, que como forma de melhorar a qualidade de ensino determina o fim das escolas de madeira na cidade e ainda tem como meta fazer da educação em Itapevi uma referência nacional.

Fim das escolas de madeira
No início de 2017, a Prefeitura contabilizou seis escolas construídas em madeira. Todas serão demolidas até o final deste ano. A primeira demolida foi o Cemeb Maria Clara Machado, na Cohab, em setembro passado. No local, será construída uma moderna unidade básica de saúde.
Em fevereiro, a estrutura antiga do Cemeb Padre Giovanni Cornaro, no Cardoso, foi demolida. No espaço será construída a terceira Escola do Futuro. As obras serão iniciadas em abril.
A próxima unidade a ser demolida será a do Cemeb Irany Toledo de Moraes, após a inauguração da segunda escola do Futuro, no Jardim Santa Rita. No local será instalada uma creche com 11 salas de aula moderna.
O Cemeb Vinicius de Moraes, no Jardim Itacolomi, será demolido parcialmente. A estrutura de alvenaria será mantida. A Prefeitura ainda estuda a solução para o Cemeb Machado de Assis, no Jardim Cruzeiro, também de madeira.
Fotos: Willian Leite PMI
Legenda: Meta da Prefeitura é demolir mais três escolas de madeiras neste ano
Print Friendly, PDF & Email  Prefeitura de Itapevi demole mais uma escola de madeira printfriendly pdf button nobg


Artigos relacionados


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *