COM METAS ATÉ 2040, PREFEITURA LANÇA PROGRAMA EDUCA ITAPEVI

Fazer da educação em Itapevi uma referência nacional. Esse é o objetivo do Educa Itapevi, lançado na manhã desta terça-feira (11) pela Prefeitura, em cerimônia na Escola do Futuro do Parque Suburbano.

Para isso, a administração municipal irá assegurar condições de ensino decentes para todos os alunos da rede municipal, com valorização dos professores, incentivo ao uso da tecnologia para o aprendizado e o estabelecimento de uma nova política pedagógica que servirá de base para os investimentos dos próximos anos.

Com 8 grandes metas de longo prazo, o programa já começou a ser implementado na cidade e ganhará força, com metas a serem realizadas até 2040 – até lá, porém, a população pode participar da elaboração do Educa Itapevi, mandando propostas e sugestões pelo site itapevi.sp.gov.br.

As contribuições podem ser feitas até o dia 11 de dezembro.

>>> Dê aqui sua sugestão para o Educa Itapevi!

Os objetivos incluem a universalização do ensino em tempo integral para todos os alunos do Ciclo I do Ensino Fundamental, com a construção de 15 novas Escolas do Futuro em 15 anos e a garantia de que, até 2040, todas as demais unidades escolares adotem esse regime de ensino.

Além disso, a Prefeitura vai zerar, até 2026, a fila de espera da Educação Infantil, que hoje tem aproximadamente 3 mil crianças.

Para cumprir essa meta, a administração municipal transformará prédios já existentes em novas unidades, sendo o primeiro deles o edifício do Cemeb Professor Irany Toledo de Moraes, no Jardim Santa Rita, que verá seus alunos transferidos para a Escola do Futuro do Parque Suburbano, para que o imóvel atenda a Educação Infantil.

O mesmo acontecerá com o espaço hoje utilizado pelo Cemeb Jornalista João Valério Neto, em Amador Bueno, que também receberá uma Escola do Futuro, com início previsto para 2020.

O início da municipalização do Ciclo II (5º ao 9º ano) do Ensino Fundamental, que hoje é de responsabilidade do Governo do Estado, deve entrar no horizonte a partir de 2030. A medida vai aproximar alunos e professores à realidade pedagógica da cidade, facilitando investimentos e melhorias na qualidade do ensino.

Um desses aprimoramentos será a implementação do Google for Education, uma solução tecnológica para facilitar a vida de alunos e professores, permitindo o acesso a diferentes ferramentas educacionais gratuitas e aumentando o envolvimento das crianças e adolescentes no processo de aprendizado.

Antes disso, a administração tornará, até 2020, pelo menos 20 escolas municipais totalmente acessíveis, garantindo acesso e trânsito cômodo, rápido e fácil às pessoas com deficiência.

O lançamento do Educa Itapevi teve ainda cinco palestras sobre temas relacionados à educação, ministradas por Marcos Magalhães, do Instituto de Corresponsabilidade pela Educação (ICE); Alexandre Costa, CEO e fundador da Cacau Show; Milena Mostaco, do Centro Paula Souza; e José Dutra de Barros Neto, do Google For Education.

Ensino profissionalizante e superior
Cabe ao município zelar apenas pelos investimentos no Ensino Fundamental. Essa, porém, é uma visão que não corresponde às necessidades de Itapevi, e por isso a Prefeitura vai priorizar investimentos no ensino superior e profissionalizante.

O município ganhará em breve sua primeira Fatec (Faculdade de Tecnologia). As conversas com o Governo do Estado começaram em janeiro deste ano. O prédio do atual Cemeb Tarsila do Amaral abrigará o equipamento, após a transferêcia dos alunos da unidade para a Escola do Futuro do Parque Suburbano.

A Prefeitura também já bateu o martelo: Itapevi terá uma ETEC (Escola Técnica Estadual) no Santa Rita. Para isso, a administração assinou convênio, em 2018, para receber mais de R$ 14 milhões do Governo do Estado destinados à construção da unidade. As obras devem começar ainda em 2019.

E não é só. Para suprir a carência de profissionais de saúde e outras áreas na cidade, a administração municipal buscará criar uma faculdade mista, para atrair investimentos da iniciativa privada. Inovador, o projeto para tirar a instituição do papel foi aprovado pela Câmara e sancionado pelo Prefeito, transformando-se na Lei 2.669 de 25 de abril de 2019.

Ao todo, o Educa Itapevi reúne em uma só direção um pacote de 34 ações, em andamento ou a serem completas, e que agora seguirão um caminho comum para a concretização dos objetivos propostos pelo programa.

Confira a lista completa abaixo:

Qualidade de ensino
– Reforma de Escolas
– Alimentação equilibrada e nutritiva
– Uniforme Escolar
– Material Didático SESI
– Transporte Escolar Gratuito (TEG)
– Escola do Futuro
– Valorização dos Professores
– Acessibilidade nas escolas
– Saúde nas Escolas
– Fim das escolas de madeira
– Municipalização do Ciclo II do Ensino Fundamental
– Zerar Fila da Educação Infantil
– Universalização do Ensino Integral

Atividades extra-curriculares
– Acessa Itapevi
– Leia Para Crianças
– Biblioteca Itinerante
– Sexta Feliz
– Horta Escolar
– Projeto Conhecendo a Prefeitura
– Escola de Música

Inovação
– Google For Education
– Projeto Ampliando Horizontes
– Projeto Visão
– Projeto Cientista do Futuro
– Professor Nota 10

Parcerias
– Parceria com o SESI
– Parceria com a Cacau Show
– Parceria Itaú Social
– Parceria com ICE

Ensino Superior
– Maratona do Enem
– UAB e Univesp
– Fatec
– Etec
– Faculdade de Medicina

Print Friendly, PDF & Email  COM METAS ATÉ 2040, PREFEITURA LANÇA PROGRAMA EDUCA ITAPEVI printfriendly pdf button nobg


Artigos relacionados


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *