Acita e Conseg reúnem autoridades para discutir segurança pública

Encontro aconteceu no dia 11 de novembro e teve como objetivo alertar comerciantes e moradores de Itapevi quanto aos recentes furtos de cobre da fiação elétrica.

No último dia 11 de novembro, a Associação Comercial e Industrial de Itapevi (Acita), em parceria com o Conselho Comunitário de Segurança (Conseg), reuniu em sua sede autoridades de setor de Segurança Pública para discutir entre os comerciantes presentes as últimas ocorrências de furtos de fios de cobre em seus estabelecimentos e, consequentemente, os prejuízos causados para toda a cidade.

Segundo Ezequiel Melo, proprietário da Bailéu Equipamentos, localizada na Vila Nova Itapevi, os seus prejuízos já somam mais de R$ 10 mil com a reposição do cabeamento furtado, colocação de grades para segurança e, sem energia, por dois dias sem internet, após as cinco vezes em que já foi furtado. Já o contador Antonio de Pádua Lanzillo relatou que quase diariamente vive a mesma situação na região Central de Itapevi, quando nem mesmo o prédio dos Correios salva-se dos furtos.

De acordo com o delegado da Polícia Civil, Aluysio Ribeiro de Mendonça Neto, as ocorrências não estão acontecendo somente em Itapevi, haja vista que quando o material chega aos ferros velhos onde são vendidos, não existe qualquer tipo de fiscalização que obrigada ao vendedor provar a origem do material adquirido. Por isso, faz-se de extrema importância as vítimas registrarem um Boletim de Ocorrência sobre as invasões, além de equiparem seus estabelecimentos com câmeras de segurança e alarmes sonoros. Os mesmos conselhos foram sugeridos pelo sargento da Polícia Militar, Leonardo Vinícius Rodrigues.

Apesar da investigação estar em andamento, tanto a PC quanto a PM devem se unir à Prefeitura de Itapevi para intensificar a fiscalização de estabelecimentos conhecidos como ferros-velhos, pois este trata-se de um crime de receptação. O secretário de Segurança e Mobilidade Urbana, Mantovani Franco, juntamente com o Guarda Municipal, Humberto Araújo, defenderam a necessidade de uma ação preventiva durante as rondas ostensivas que acontecem no município. Segundo Araújo, o efetivo da corporação deverá aumentar ainda no início de 2020, bem como, novas câmeras serão instaladas no Centro da cidade.

Fica claro que, enquanto as investigações continuam em andamento, a população, os comerciantes e as polícias devem trabalhar juntas para prevenir novos furtos. Para isso, a importância de registrar o BO é fundamental para ajudar a Polícia Civil neste momento. Vale lembrar que o serviço está disponível pela internet no site da PC (clicando aqui).

A Acita coloca-se à disposição para auxiliar todos os nossos associados e amigos nos procedimentos legais junto à Delegacia. Além dos canais de comunicação da associação [4141-3750], a PM oferece também o Disque-Denúncia 181.

Operação Natal Seguro

A partir do dia 02 de dezembro, a Guarda Municipal de Itapevi dará início ao Programa Natal Seguro na região Central de Itapevi. O objetivo desta operação é garantir que os comerciantes tenham os seus estabelecimentos protegidos durante as intensas compras deste período comercial, assim como, assegurar aos consumidores tranquilidade em suas compras.

A Associação Comercial e Industrial de Itapevi lançará em breve um material informativo personalizado com cartilha de segurança para os estabelecimentos comercial e aconselha a todos os comerciantes da região que sejam receptivos aos guardas que estiverem trabalhando nas rondas ostensivas pela cidade, recebendo-os com respeito e educação.

Juliana Ibanhes MTB: 75.147/SP

Foto: André Barnabé

Print Friendly, PDF & Email  Acita e Conseg reúnem autoridades para discutir segurança pública printfriendly pdf button nobg


Artigos relacionados


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *