Foto 1 - Pedro Godoy (2)

Prefeitura e Instituto Eurofarma promovem 2ª edição do projeto “Ampliando Horizontes”

Estimativa é realizar 8 mil triagens neste ano de crianças e adolescentes com idades entre 4 e 14 anos

Na sexta-feira (24), a Prefeitura de Itapevi e o Instituto Eurofarma realizaram mais um mutirão oftalmológico do projeto “Ampliando Horizontes”, que conta também com participação do Instituto Horas da Vida. Desta vez, estudantes do Cemeb Floriza Nunes de Camargo (Jardim Rainha) passaram pelos serviços de triagem oftalmológica. Voltada à saúde visual da população, a iniciativa tem oferecido atendimento oftalmológico à crianças e adolescentes do município.

Nesta 2ª edição do projeto, 12 novas escolas estão passando pelo mutirão oftalmológico para crianças de 4 a 14 anos com objetivo de impactar positivamente na fila de espera em oftalmologia do sistema público de saúde de Itapevi e promover uma redução no número de crianças que apresentam baixo desempenho escolar por conta de déficit de visão. O foco da ação é colaborar com a saúde e qualidade de vida da população de baixa renda e incentivar a cultura do voluntariado entre os colaboradores.

Neste ano, as Cemebs selecionadas para participar do projeto são: Jornalista João Valério de Paula Neto (Amador Bueno), Governador André Franco Montoro (Vila Dr. Cardoso), Prof. Benedicto Antonio dos Santos (Vila Dr. Cardoso), Irany Toledo Moraes (Jardim Santa Rita), Bemvindo Moreira Nery (Cohab), Cecília Meireles (Jardim Briquet), Escola Irmã Jecia Pinheiro (Chácara Monte Serrat), Neusa Marques Lobato (Jardim Santo Américo), Floriza Nunes de Camargo (Jardim Rainha), Prof. Paulo Mariano de Arruda (Jardim Rainha), Orlando Villas Boas 9Jardim Nova Cotia) e Magali Trevizan Proença de Almeida (Chácara Santa Cecília).

Este ano, o Instituto Eurofarma vai disponilizar 70 funcionários para serem voluntários durante o mutirão. Para a avaliação correta de cada paciente, os testes são realizados individualmente com um especialista. “No ano passado fizemos testes em mais de 5 mil crianças e adolescentes, e este ano esperamos ajudar muitas outras para que o processo de alfabetização dessas pessoas não apresente dificuldades por conta de complicações visuais”, afirma Maria del Pilar Muñoz, vice-presidente de Sustentabilidade e Novos Negócios do Instituto Eurofarma.

Durante o mutirão, os participantes terão atendimentos oftalmológicos, cabine fotográfica e atividades de recreação e entretenimento. As triagens estão programadas para acontecer até a primeira quinzena de outubro e as entregas dos óculos para o início do mês de novembro.

O projeto

Até outubro deste ano, o Instituto Horas da Vida é o responsável pelo treinamento dos profissionais voluntários e triagem de alunos em 12 escolas

municipais de Itapevi. Foram realizadas até o momento 5 mil triagens, estimando-se, neste ano, alcançar 8 mil triagens até o término do projeto.

O projeto está vinculado ao trabalho promovido pelo Instituto Horas da Vida, na qual médicos voluntários atendem gratuitamente pacientes vinculados a ONGS cadastradas que estão na fila para consultas na rede pública de saúde.

O “Mutirão Oftalmológico”, ação do projeto Ampliando Horizontes, propõe que, após as triagens, as crianças que necessitam de óculos possam ter autonomia e escolher as armações pelos formatos e cores disponíveis. O acompanhamento médico é feito pela ONG Horas da Vida, contratada pelo Instituto Eurofarma para os trabalhos.

Óculos para crianças e adolescentes

De agosto a dezembro do ano passado, o projeto Ampliando Horizontes realizou triagens oftalmológicas de 5.408 mil crianças e adolescentes com idades entre 4 e 14 anos em outras 12 escolas da cidade, dentre elas das redes municipal e estadual de ensino. O projeto identificou 2.251 mil pessoas com algum problema ou limitação visual que receberam, gratuitamente, óculos de grau.

Para o diretor executivo da Eurofarma, Walker Lahmann, é gratificante ver a iniciativa acontecer em sintonia com o poder público. “Encontramos todo espaço disponível pelos agentes públicos para fomentarmos nossas ações sociais. A Prefeitura tem sido uma grande parceira e incentivadora de trabalhos que visem oferecer aumento na qualidade de vida da população local”, destaca.

“As doações dos óculos para as crianças que precisam interferem na melhoria do desenvolvimento e do aprendizado escolar delas. Nossas parcerias e ações de responsabilidade social proporcionam benefícios aos nossos cidadãos, em especial nossas crianças”, enfatizou o prefeito Igor Soares, que acompanhou a primeira etapa das entregas.

Foto: Pedro Godoy – Ex Libris/PMI

Legenda: Estudantes iniciam a triagem em mutirão oftalmológico



Artigos relacionados


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *