CMI_140812_Sessao_Ordinaria_0002_1

Diversos projetos foram aprovados na 2ª Sessão da Câmara de Itapevi

CMI 140812 Sessao Ordinaria 0002 1 Diversos projetos foram aprovados na 2ª Sessão da Câmara de Itapevi Diversos projetos foram aprovados na 2ª Sessão da Câmara de Itapevi CMI 140812 Sessao Ordinaria 0002 1Na segunda sessão ordinária do semestre, Câmara de Itapevi aprova diversos projetos na ordem do dia.

A sessão ordinária da terça-feira, 12 de agosto, contou com a provação de seis requerimentos, apresentados pelos vereadores Ivonildo Andrade da Hora (Chambinho), Camila Godói e pelo presidente Dr. Paulo Rogiério de Almeida (Prof. Paulinho), que solicitaram ao Poder Executivo ações referentes a obras de infraestrutura, assistência social à terceira idade, segurança e cultura.

Os vereadores também aprovaram uma moção de aplauso à igreja Assembleia de Deus (Ministério de Madureira), bem como cinco indicações de benfeitorias para a cidade, como a instalação de redutores de velocidade, sinalização, entre outras.

Durante a sessão, os vereadores homenagearam o ex-vereador Benedito Francisco Chaves, que teve seu nome aplicado a antiga Avenida 9 de julho, no Jardim da Rainha. O projeto, aprovado no ano de 2010, foi sancionado e entregue pelos 
vereadores aos familiares, que ouviram as palavras da Sra. Teresinha, viúva do ex-vereador, que agradeceu a sensibilidade e o carinho demonstrado.

A ordem do dia consistiu na aprovação de um projeto de lei complementar (9/2014), que instituiu o programa municipal de habilitação popular-PROHAB, um projeto substitutivo (1/2014), que institui o dia municipal dos desbravadores, dois projetos de lei (62/2014, 67/2014) concedendo denominação de logradouros, dois projetos de resolução legislativa (9/2014, 10/2014) voltadas à administração interna do Poder Legislativo, e dois decretos legislativos (31/2014, 32/2014) que outorgam título de cidadão itapeviense ao senhor Dom Frei Joao Bosco e o de cidadão benemérito ao senhor Cícero Aparecido de Sousa. 

A tribuna livre foi usada pelo senhor José Miguel Lima, que discorreu sobre reivindicações de moradores do bairro Colinas de São José, que não possuem serviços de correios e precisam se locomover até cidades vizinhas para adquirirem suas correspondências. 

“Existem outros bairros que também não contam com o serviço dos correios. São documentos extraviados, dificuldades de locomoção, entre outras dificuldades, fora os incômodos. Desde 2006, o bairro se encontra legal e nós não temos um serviço descente. Estamos reivindicando porque necessitamos destes serviços. É muito triste isso”, enfatizou o munícipe.



Artigos relacionados


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *